segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Polícia acredita que diretor de TV foi assassinado por encomenda

A polícia já tem pistas do rapaz que matou o diretor da TV Barretos Marco Antônio de Moreira Lagos, mais conhecido como chileno, no dia 27 de junho deste ano.

De acordo com o delegado Júlio César Cardoso, existem indícios de que o crime foi encomendado. “O pistoleiro estava cumprindo um contrato e existe um mandante por trás dele”, afirmou o delegado.

Imagens de uma câmera de segurança, instalada em uma casa próxima ao hotel onde estava o diretor da TV no dia do crime, ajudam nas investigações. “Chegamos a conclusão de que é a imagem do pistoleiro. Foi depois do crime e próximo ao local onde foram deixados o veículo furtado e a arma. Foi exatamente a rota dele, a partir do local do crime”, disse.

O pai de Marco Antônio de Moreira disse em entrevista a um jornal chileno que tem pistas do assassinato. Diante das afirmações, o delegado Júlio César Cardoso afirmou que pretende ouvi-lo. “Ele vai ser ouvido. Até porque, ele faz algumas acusações e vamos precisar formalizar”.

FONTE: EPTV

Nenhum comentário:

Postar um comentário