sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Mix FM e Fast 89 evoluem na pesquisa de audiência em São Paulo

A rádio jovem de São Paulo voltou a ser destaque na pesquisa de audiência realizada pelo Instituto Ibope. Há muito tempo não se via uma reação forte das principais marcas que atuam nesse segmento numa mesma medição. Geralmente o crescimento de uma emissora jovem gerava a queda de outra, não representando uma evolução do segmento em sua totalidade.


Os resultados foram positivos em todos os principais filtros da pesquisa de audiência realizada pelo Instituto Ibope. Ontem o Tudo Rádio.com destacou os desempenhos das FMs jovens na medição geral (05h-00h, todos os dias e locais), porém essa evolução não ficou restrita a esse filtro. A líder jovem Mix FM 106.3 (rádio que ocupa o topo no segmento desde 2006) e a Fast 89 FM 89.1 (emissora que apresentou a maior evolução percentual entre as jovens) puxaram a “fila”, registrando melhoras significativas em seus números.

Na chamada medição “comercial” a Mix FM aparece em sexto lugar geral e com uma média superior a marca de 144 mil ouvintes por minuto no filtor 06h-19h, segunda à sexta. A Mix parece recuperar a regularidade nos números de audiência, trunfo da FM para sustentar com facilidade a liderança no segmento. Já a Fast 89 FM é a outra representante que evoluiu em todos os filtros e volta a ter números médios superiores a marca de 100 mil ouvintes por minuto na pesquisa comercial, chegando a registrar 107 mil. Essa evolução significativa apontou um possível novo momento vivido pelo rádio jovem paulistano, podendo influenciar outros mercados do país.

A Metropolitana FM 98.5 também apresentou evolução e passa a registrar uma de suas melhores marcas desde o fim do segundo semestre do ano passado, registrando números superiores a 90 mil ouvintes por minuto no ranking comercial. Evoluções foram constatadas nas médias de outras representantes jovens, como foi o caso da Jovem Pan 2 FM 100.9 que voltou a evoluir nos principais filtros da pesquisa de audiência, seja nas medições gerais e também na tabela comercial, prevendo possíveis resultados positivos em emissoras que compõe sua rede em outros mercados brasileiros.

Outro destaque foi a nova evolução da Transamérica FM 100.1. A emissora que já foi uma das principais representantes do mercado de rádio de São Paulo apresentou mais uma evolução em seus números médios. Mesmo estando longe de suas principais concorrentes o resultado da Transamérica é visto com otimismo pelo mercado, rádio que passou a ser acompanhada com mais atenção após os anúncios de mudanças realizados pela 100.1 FM no primeiro semestre desse ano, a partir da consultoria artística de Lui Riveglini. Um dos principais feitos da rádio que chama a atenção do mercado é o abandono do “sobrenome” Pop, entre outras adaptações.

Acompanhe o panorama geral da corrida por audiência através das manchetes a seguir. Análise acima com base na medição do período julho a setembro de 2011.

Em instantes mais detalhes sobre a pesquisa de audiência em São Paulo, com destaque para as primeiras colocadas que evoluíram na medição do Instituto Ibope.


FONTE: TUDO RÁDIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário