quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Rádio Comércio exclui de sua programação a cantora Rita Lee

Emissora proibiu a veiculação de músicas de cantores que desrespeitaram o povo sergipano
O episódio envolvendo a cantora Rita Lee e a Polícia Militar sergipana, em que a roqueira tentou desmoralizar a polícia e colocar o público contra a mesma, motivou a Rádio Comércio (radiocomercio.com.br) a proibir a veiculação de qualquer música desta cantora na programação musical da emissora, em respeito ao povo sergipano.

A emissora de canal fechado é a 1ª e única em Sergipe a adotar esta medida como forma de solidariedade, respeito e carinho a Polícia Militar e o povo sergipano, desrespeitados pela cantora.
O jornalista Paulo Sousa, diretor executivo da emissora aproveitou a ocasião para conclamar as demais emissoras, abertas e fechadas, a adotarem a mesma postura da Rádio Comércio. “Não dá pra aceitar a promoção musical em nossa emissora de uma cantora que veio pra Sergipe nos desmoralizar. O que ela fez contra a nossa brilhosa Polícia Militar é algo inadmissível, inaceitável e que deve receber o repúdio de toda a população, inclusive das emissoras de rádio de Sergipe. Eu sugiro que ao invés de tocar Rita Lee na programação que as emissoras promovam mais o artista sergipano que é tão bom quanto qualquer cantor de fora, e em alguns casos, bem superior, musicalmente falando”, protestou.


A emissora web também proibiu a veiculação em sua programação da banda baiana É o Tchan. De acordo com Paulo Sousa, a medida surgiu a partir do momento em que um dos vocalistas da banda, o Compadre Washington, classificou Aracaju de quintal da Bahia, durante sua apresentação no Pré-Caju. “As autoridades sergipanas precisam impor respeito ao nosso estado. Essas pessoas que vem pra Sergipe querer nos humilhar precisam ser banidas das festas culturais promovidas pelo Governo do Estado e pelas prefeituras. Agindo assim, tenho certeza que “cantores” de fora vão repensar seu comportamento e reconhecer os nossos valores culturais, éticos e políticos”, concluiu.

Em entrevista a Rádio Comércio na manhã desta segunda-feira, o jornalista Lucas Rosário, assessor de comunicação da Secretaria de Segurança Pública, confirmou que a cantora responderá na Justiça o crime de desacato a autoridade, e elogiou a iniciativa da Rádio Comércio.


Fonte: Rádio Comércio


OPINIÃO DO BLOG: ACHO UM TREMENDO DE UM ABSURDO ISSO TUDO, POIS NADA HAVER UMA SITUAÇÃO COM A OUTRA. RITA LEE É UMA BAITA CANTORA E COMPOSITORA.

É UMA FALTA DE RESPEITO A UMA ARTISTA RESPEITADA MUNDIALMENTE E JOGADA PELO LIXO POR UM SIMPLES ATO QUE ACONTECEU EM SEU SHOW.

PODE TER EXAGERADO NAS PALAVRAS NO MODO DE AGIR EMOCIONALMENTE,INFELIZMENTE ALGUMAS RÁDIOS BRASILEIRAS DEIXAM DE TOCAR RITA LEE, PARA TOCAR "AI SE EU TE PEGO " RESTART, CINE E ENTRE OUTROS.

LAMENTO PROFUNDAMENTE A EMISSORA DE BOICOTAR AS MUSICAS DE RITA LEE.


ADRIANO
adrianoradialista@terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário