domingo, 12 de junho de 2016

RÁDIO BJ FM DE RIBEIRÃO BONITO COMPLETA 20 AN0S NO AR

Texto : Sergio Ronco

Adaptação : Adriano Ferreira



Iniciava no dia 12 de junho de 1996 quando um grupo de Ribeirão Bonito se uniu na tentativa de viabilizar a operação de uma emissora de rádio na cidade. A vontade existia, porém as informações eram poucas e escassas. Várias reuniões foram realizadas, na maioria das vezes próximo à Igreja Matriz Senhor Bom Jesus da Cana Verde. Eu conhecia um pouco de programação e organização interna pelo fato de ter trabalhado na Rádio Bandeirantes de São Paulo. 

O Becão e o Gil Gomes de famílias tradicionais de Ribeirão Bonito conheciam o lado técnico das transmissões. Outros integrantes do grupo, como o Edinho, Marcão, Padre Morales, Giovana, Marlene, João Mudança, Izildinha Godoy, João Mascaro, Beatriz Guerreiro, Chico, Luiz Henrique, Luciano Fraga, Roberto Gomes, Zanzan, João Mascaro, Sivio Soares, Girasol, Birlão e outros deram todo o suporte para que a BJ se tornasse uma realidade. Foi uma verdadeira cruzada com um único objetivo, integrar as comunidades locais através do rádio.



"Rádio Rural em caráter experimental", essa era a frase disparada pela emissora no início das transmissões. Inicialmente a rádio funcionou sem o reconhecimento do Ministério das Comunicações. Houve a suspensão das transmissões para que pudéssemos de forma legal continuar no ar. Para tanto, muitos documentos foram encaminhados ao M.C. e a ajuda dos juristas José Chizzotti e do Ney Candido foram fundamentais para a outorga da emissora de Ribeirão Bonito, a primeira no Estado de São Paulo a operar legalmente.



Com local totalmente improvisado de aproximadamente 5 metros quadrados, não cabiam mais que duas pessoas apertadas no que chamávamos de estúdio. A programação não tinha grade fixa, pois dependíamos da boa vontade dos voluntários. Não tínhamos padrão para a escolha dos locutores, aceitávamos aqueles que se dispusessem a enfrentar os microfones, nada mais que isso. Como num passe de mágica, as pessoas foram se oferecendo e um grupo de qualidade assumiu a emissora.


A importância da BJ em momentos difíceis na política da cidade foi fundamental, hoje eu digo que os importantes e democráticos microfones da BJ FM deram vida à cidade. A programação atual é variada e conta com diversas áreas e até mesmo a  de esportes comandada pelo Edmo Marchetti.



Quantas campanhas realizadas com sucesso foram  realizadas com a BJ no ar. Quem não se lembra quando a barraca da Festa de Agosto pegou fogo? Pois então, em 24 horas de transmissão pela BJFM, foi possível arrecadar centenas de doações em prol da tradicional festa.




Deixamos para trás o antigo local apertado e iniciamos a construção de um novo estúdio batizado de "Estúdio Jornalista Geraldo Blota", homenagem em vida ao grande homem de rádio e TV, GB. 

A BJ hoje opera 24 horas no ar. É um orgulho poder participar do grupo dessa emissora que leva aos ouvintes: notícias, informações e entretenimento. Tive o prazer de estar como presidente da emissora e sugerir a construção do novo estúdio e a homenagem ao GB. Foi uma festa maravilhosa, a inauguração oficial do novo estúdio.




Passaram pelos microfones da BJ autoridades  importantes como o governador Alckmin, o Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo Celso Limongi, o Senador Suplicy, o juiz Marlon Reis um dos idealizadores da Lei Ficha Limpa e outros mais. Até mesmo o representante do Ministério Público de Ribeirão Bonito, Dr. Marcel Zanin Bombadi, avesso as entrevistas, falou à BJ.


Foram muitos os voluntários, até que chegássemos a um padrão considerado bom de programação e de técnica. E por falar em técnica, o jovem Adriano Ferreira, hoje Rádio Cultura de Araraquara, deu impulso importante nessa área.





    Padre Morales e o programa matinal com os trabalhos técnicos de Adriano Ferreira


Há aproximadamente 10 anos que a BJ transmitia as sessões de câmara do Legislativo local, uma tradição da emissora. 

Recentemente o Presidente da Câmara Marcelo Lollato, suspendeu os recursos mensais que eram pagos à emissora para as transmissões semanais das sessões, e, segundo alega o parlamentar, não há respaldo legal para tal repasse.

Tanto Lollato, quanto os membros da BJ e a OCISP Amarribo,  estão empenhados em resolver essa situação para que a BJ possa a voltar às transmissões em plenário, o que foi suspenso em determinação dada pela diretoria da rádio.

A Rádio Bom Jesus FM, não tem dono, é um patrimônio de Ribeirão Bonito, é do povo da cidade, por esse e outros motivos, que Deus continue abençoando a BJ e que tenha vida longa.

Momentos importantes da Rádio BJFM
Visita do então Secretário da Saúde à Santa Casa, Luiz Barradas