sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Filho de vítima de acidente se revolta com a imprensa e agride jornalista

O jornalista Beto Garcia, repórter da Rádio Saudades FM, foi agredido enquanto cobria um acidente de trânsito em Matão, cidade do interior de São Paulo, ma manhã dessa quarta-feira, 10. O profissional filmava as consequências da batida, quando o filho da vitima, identificado como Herbert Jardim, chegou ao local. O homem xingou as pessoas que prestavam socorro e, aos gritos, discutia com quem passavam na rua. filho-de-vitima-de-acidente-se-revolta-com-a-imprensa-e-agride-jornalistaJornalista registrou o momento em que homem parte para agressão (Imagem: Reprodução/YouTube)Ao perceber a presença do repórter, um pouco afastado do local, o homem o atacou exigindo que o vídeo fosse apagado. Em contato com a reportagem do site Fala Matão, o jornalista relatou que o agressor já chegou ao local visivelmente alterado. "O valentão, que é lutador de MMA, me aplicou o golpe conhecido como 'Mata Leão', tentou me erguer do chão e me jogar dentro do Rio São Lourenço a uma altura de mais de 3 metros. Por sorte fui ajudado por populares". 

As agressões foram registradas em vídeo (confira abaixo) e o repórter registrou o caso na polícia. Agora, o homem será intimado para prestar depoimento. Enquanto isso, a Saudades FM já divulgou que irá processar o agressor e tomar as medidas necessárias para que ele responda civil e criminalmente pelo ato. 

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) emitiu uma nota de repúdio sobre o caso, em que lamenta o ocorrido e pede a punição do responsável. “Nada justifica a violência contra um cidadão, muito menos quando se trata de um jornalista no exercício da profissão. Qualquer forma de ataque a profissionais da comunicação deve ser condenada em respeito à liberdade de imprensa e ao direito da sociedade à informação”.