terça-feira, 16 de agosto de 2011

A pegadinha da Ipanema FM. Só faltou dizer o objetivo…

Por Marcos Lauro

Ok, o susto passou. Durou pouco a brincadeira que a Ipanema FM fez para chamar a atenção. Amém.

Desde a meia-noite de segunda-feira, a clássica rádio rock/alternativa de Porto Alegre tocou somente músicas populares. De uma forma abrupta, a rádio foi do blues para o happy rock. Estranho num primeiro momento e mais estranho ainda num segundo: lá pela meia-noite e meia, uma sequência que nem a pior das rádio populares tocaria – Dominó e Angélica. Nesse momento, ficou quase na cara que o lance todo era uma grande brincadeira. Ainda mais quando, de manhã, por volta das 9h30, a emissora repetiu essa mesma sequência musical.

Em São Paulo, a 89 FM, nos áureos tempos de rádio rock, fez algo parecido. Num 1º de abril, a emissora montou uma baita programação disco music e eletrônica. E assim permaneceu por 24 horas, tocando música de qualidade, até, em alguns momentos. Mas totalmente fora do seu nicho.

Ok, a Ipanema apareceu, fez barulho. Mas ainda resta a dúvida: qual foi, exatamente, o objetivo? Não ficou claro, pelo menos para mim e uma boa parcela dos ouvintes que se manifestou pelas redes sociais. O termo “Ipanema” chegou a piscar entre os Trending Topics do Twitter no meio da tarde.

Mas, por enquanto, pareceu só o barulho pelo barulho, a polêmica pela polêmica. Algo da escola Pânico na TV de factóides e falsas discussões. Para quê?

O fato é que a rádio vai mesmo passar por mudanças. Mas torcemos para que a Ipanema continue como uma das principais rádios do país em termos de qualidade da programação.

TEXTO EXTRAÍDO DO BLOG RADIO AMANTES

Nenhum comentário:

Postar um comentário