segunda-feira, 26 de agosto de 2013

RÁDIO 730 DEMITE TODOS OS SEUS FUNCIONARIOS

Em reunião realizada agora há pouco na Rádio 730, a direção da emissora comunicou aos funcionários da equipe de esportes e de jornalismo que a partir de hoje, 26/08, todos estão de aviso prévio. Durante esses trinta dias se a emissora conseguir faturar no mínimo 300 mil reais, alguns avisos podem ser cancelados. No último mês a folha de pagamento foi paga com atraso e no entendimento dos diretores não há como gerar mais uma folha, já que a emissora se encontra numa situação absolutamente inviável financeiramente.

 No total são 112 funcionários demitidos. A rádio 730 é uma das emissoras mais tradicionais do estado de Goiás e tem como razão social o nome de Rádio Clube de Goiânia.
A emissora já teve vários proprietários, entre eles:ex-governador Joaquim Roriz, Jorge Kajuru, Jorcelino Braga, Datena e atualmente pertence ao ex-vice presidente do Atlético Maurício Sampaio e ao advogado Neilton Cruvinel.

 Maurício Sampaio é milionário e é apontado pela polícia como mandante do assassinato do cronista esportivo Valério Luiz, morto na porta da rádio 820 em julho do ano passado por um pistoleiro. Neilton Cruvinel foi o advogado da Avestruz Master e recebeu mais de 100 milhões de honorários advogatícios da massa falida da Avestruz Master. O diretor de jornalismo da emissora é o jornalista Nilson Gomes, ex assessor do senador Demôstenes Torres.

A rádio 730 é a única emissora do centro-oeste do Brasil que comprou os direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2014. Todos os funcionários tiveram que assinar os avisos, sem exceção, jornalismo, esporte, comercial, técnicos e administração. Repórteres, narradores e comentaristas da equipe de esporte estão surpresos com a atitude da rádio que não deu maiores explicações. A direção da rádio 730 apenas informou que a emissora está passando por dificuldades e precisa demitir todos os funcionários.


FONTE: AUVARO MAIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário